2020 já começou e você ainda não realizou aquele tão esperado planejamento? 

Você está cheio de ideias e projetos, mas, como na maioria das vezes, não sabe como organizá-los ou por onde começar, não é mesmo?

Nós temos uma boa notícia: Ainda dá tempo! Neste texto, vamos falar sobre algumas formas de realizar um bom planejamento para 2020 e dar aquele start nos tão sonhados projetos, sejam eles pessoais ou profissionais. 

Saiba por onde começar

Organizar as suas ideias no papel pode parecer um tanto rudimentar nos dias de hoje, não é mesmo? Mas quem nunca fez uma lista de tarefas a serem cumpridas para manter o foco? Esta pode ser uma boa solução para pessoas que não costumam ou nunca fizeram nenhum tipo de planejamento.

Comprometer um pequeno tempo da sua semana para fazer isso, pode ser uma boa forma de começar um planejamento de forma simples e descontraída. Além do mais, você pode começar a anotar os seus objetivos diariamente – à medida que se lembra deles – em um caderno de bolso ou até mesmo no seu próprio celular.

É claro que, atualmente, o avanço da tecnologia possibilita que muitos destes processos sejam feitos através de plataformas de gestão automatizadas, como já citamos aqui no blog algumas vezes. Porém, em um primeiro momento, caso você ainda não tenha nenhum tipo de familiaridade com alguma dessas ferramentas, tudo bem iniciar seus projetos de uma forma mais simples e confortável, afinal, nosso principal objetivo é começar! 

“Uma meta sem um plano é só um desejo.”

Antoine de Saint-Exupéry

Defina metas e datas

Todos nós já sabemos o resultado de deixar um planejamento sem início, meio e fim. A procrastinação, às vezes, se torna a melhor amiga de tarefas não datadas para uma entrega. 

Se isso acaba ocorrendo algumas vezes em nosso dia a dia de trabalho, onde normalmente temos um grau de comprometimento muito maior, como evitar que aconteça em nossos projetos pessoais? 

O primeiro passo para garantir que isso não aconteça em seu planejamento é definindo metas claras e objetivas e atrelando datas de entrega a cada uma delas, criando, assim, um senso de responsabilidade e urgência sob determinada atividade. 

Por exemplo:

Projeto Data de entrega final
Criar um portfólio online 10/02/2020
Etapas Data de entrega
Selecionar materiais 15/01/2020
Escolher layout do site 20/01/2020
Lançamento e divulgação 10/02/2020

Estude sobre os métodos de produtividade

Diversos métodos de produtividade podem auxiliar nas etapas de execução das tarefas do seu planejamento. Lendo um pouco sobre alguns deles, você poderá escolher aquele que mais lhe agrada na hora de colocar os seus objetivos em prática.

Alguns bons exemplos são:

KANBAN: O Kanban é um método visual para gerenciar o trabalho conforme ele se move por um processo. O sistema permite visualizar o processo como um todo (o fluxo de trabalho) e o trabalho real que passa por esse processo.

POMODORO: A técnica Pomodoro é uma metodologia popular de gerenciamento de tempo que pode ajudá-lo a desviar de distrações, focar e realizar tarefas em pequenos intervalos, enquanto faz pausas frequentes para relaxar e descansar.

SMART: O método SMART tem como objetivo principal criar uma lista concreta de objetivos e metas realistas e factíveis, garantindo que a sua grande ideia saia do papel. Para isso, ela precisa ser: eSpecífica, Mensurável, Atingível, Relevante e Temporizável.

Esteja aberto à utilização de uma ferramenta

Estando pronto e confortável para dar um passo adiante em seu planejamento, esteja aberto a conhecer ferramentas que possam te auxiliar. Ferramentas online como plataformas de gestão automatizadas costumam oferecer um layout semipronto e de fácil utilização para que você apenas tenha o trabalho de organizar suas tarefas. 

Por serem integradas com outras ferramentas, podem ser sincronizadas com e-mail e calendário, facilitando assim a vida quando necessário estipular e cumprir prazos. 

Dica extra: Faça as piores coisas primeiro!

Após fazer uma lista de todas as tarefas que precisam ser feitas, coloque em primeiro lugar aquelas mais difíceis de serem realizadas, ou até mesmo aquelas que você terá maior dificuldade de realizar sozinho. 

Tirar as tarefas difíceis e complexas da frente logo de manhã aumenta a produtividade e gera uma gostosa sensação de alívio. Fazer as piores coisas primeiro é uma abordagem que pode não funcionar pra todo mundo, mas esse método te ajuda a nunca mais deixar uma tarefa com prazo para a última hora.

Espero que este texto tenha te ajudado a realizar o seu primeiro planejamento de tarefas para 2020! Se você gostou, compartilhe com os amigos e nos deixem sugestões de outros assuntos que gostariam de ler por aqui. Até mais!

Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino

Nos últimos 15 anos, o empreendedorismo feminino conquistou um significativo controle do mundo dos negócios. O número de pequenas empresas pertencentes a mulheres cresceu 34%. Hoje, mais de um terço (38%) das companhias em funcionamento são de propriedade exclusiva de mulheres

As mulheres empresárias variam de donas de pequenas empresas de origem familiar a poderosas executivas-chefes de algumas das empresas mais notáveis do mundo. Enquanto as mulheres ainda enfrentam certos desafios no caminho do empreendedorismo, elas invariavelmente estão mudando o jogo, criando novos modelos de negócios e novos empregos e, finalmente, ajudando a moldar e fazer crescer a economia.

Crescimento do empreendedorismo feminino

O Global Entrepreneurship Monitor constatou que, em 2018, a atividade empreendedora feminina em todo o mundo aumentou 10% e 163 milhões de mulheres estavam iniciando ou administrando novos negócios em 74 países diferentes apenas naquele ano. Além disso, o Índice Kaufman relatou que 230 de cada 100.000 mulheres se tornaram empreendedoras todos os meses.

Enquanto o número de mulheres empreendedoras está em ascensão, os especialistas têm opiniões diferentes sobre o que está impulsionando esse rápido crescimento. 

De acordo com o Conselho Nacional de Mulheres, as mulheres empreendedoras geralmente se enquadram em duas categorias: as que desejam explorar uma oportunidade de mercado e as que fazem negócios por conta própria após perceberem que a força de trabalho tradicional não oferece opções que atendam suas necessidades econômicas básicas.

Independentemente de suas razões para se tornarem donas de empresas, mais mulheres do que nunca estão encontrando sucesso no mundo empresarial. 

A proporção de novos empreendedores — os que têm um negócio com menos de 3,5 anos — é maior entre elas: 15,4% contra 12,6% de homens.

Impactos do empreendedorismo feminino

Apesar dos números atuais, as taxas de empreendedorismo feminino historicamente ficaram abaixo das dos homens — embora, em teoria, o empreendedorismo seja o jogo de qualquer pessoa independentemente de gênero.

Felizmente, em benefício da inovação, dos negócios e da sociedade como um todo, como mostramos, vimos um aumento nas taxas de empreendedorismo feminino. 

Mas o aumento das taxas de empreendedorismo feminino é apenas metade da história. O impacto econômico do aumento da participação empresarial feminina é significativo e mantém o potencial de continuar sendo um importante impulsionador do crescimento econômico. 

O Brasil está em 10° lugar quando se trata de mulheres em cargos de liderança — 61% das empresas por aqui possuem ao menos uma mulher em posições de chefia. Quando analisadas as estatísticas que mostram que as empresas lideradas por mulheres têm desempenho duas vezes maior do que as lideradas por homens, pode-se começar a imaginar o impacto significativo que o aumento contínuo dos negócios liderados por mulheres pode ter na criação de empregos e no crescimento econômico. 

Além disso, à medida que os investidores continuam buscando oportunidades para maximizar retornos sobre seu capital, seria prudente olhar para negócios liderados por mulheres: estudos mostram que, em média, as empresas fundadas por mulheres criam 60% mais valor para os investidores do que as fundadas por homens.

Desafios ao empreendedorismo feminino

Apesar dos grandes avanços, as empreendedoras continuam enfrentando barreiras. Conforme observado pela Organização para o Desenvolvimento e Cooperação Econômica (OCDE), entre outros desafios, a falta de treinamento e financiamento continuam sendo um grande obstáculo para as mulheres empreendedoras . A falta de financiamento alocado para empresas lideradas por mulheres é particularmente assustadora.

Estudos mostram que essas instituições de crédito tradicionais, como bancos e cooperativas, continuam resistentes a emprestar dinheiro para mulheres empresárias, na medida em que seu índice de aprovação é 20% menor do que para homens que estão começando suas próprias empresas. Na prática, isso significa que uma empresa pertencente a uma mulher começa com uma carga de dívida mais pesada.

Uma alternativa que parece estar trabalhando a favor das mulheres, porém, é o aumento das iniciativas de financiamento coletivo. Este é um local completamente neutro em termos de gênero para levantar capital para novos negócios.

Aqui na Airbox acreditamos que, independentemente do sexo, qualquer empreendedor lhe dirá que o empreendedorismo bem-sucedido é uma tarefa desafiadora que exige profundo comprometimento e quantidades ilimitadas de motivação.

E você, o que acha? Deixe seu comentário abaixo e nos conte mais sobre sua visão do empreendedorismo feminino!

 

Caso de Sucesso Anestech

Criada em 2011, a Anestech é uma empresa dedicada a aumentar a segurança e conforto de pacientes durante cirurgias, incrementar a gestão hospitalar e seus centros cirúrgicos e promover maior proteção legal aos envolvidos com o momento perioperatório.

A empresa desenvolve softwares para anestesiologia, que permitem ao profissional de anestesia gerenciar os procedimentos com maior controle dos riscos e de eventos adversos, possibilitando uma tomada de decisão consciente em momentos em que ela é crucial.

Para entregar um produto de valor ao mercado, a empresa precisava contar com a confiabilidade dos seus sistemas e uma visão centralizada de todos os processos da empresa. Foi aí que o Airbox entrou.

Desafios e problemas: falta de integração

A Anestech contava com sistemas diferentes para cada tipo de processo na empresa — como vendas, operações e suporte. Isso acabava fazendo com que a empresa perdesse muitas oportunidades.

Uma das áreas mais afetadas na empresa era vendas e pós-vendas. Com o acompanhamento falho dos processos que estavam sendo desenvolvidos, a Anestech acabava perdendo o tempo de follow-up ou prejudicando sua imagem com clientes ao atrasar os processos de implementação depois da venda.

Além do problema de acompanhamento dos processos em vendas, a empresa também tinha dificuldade com o treinamento da equipe para usar diferentes sistemas — que demandava uma alta carga de trabalho — e com a dificuldade de medir o desempenho do time, uma vez que os dados de cada software não eram integrados. Continue lendo “Caso de Sucesso Anestech”