Gestão da inovação: o papel da liderança e o olhar com a equipe

0
23

Que a inovação é algo indispensável para o crescimento de negócios e empresas, todos sabemos. Nos últimos anos, tem sido um dos assuntos de principal destaque no mundo corporativo e, a cada dia, surgem novas maneiras de inovar ou práticas de gestão da inovação nas mais variadas abordagens, indo além do tradicional viés econômico e chegando a práticas sociais e ambientais.

O ato de inovar em si não é uma tarefa assim tão fácil quando pensamos nos dias atuais. Mas, o avanço da tecnologia e a facilidade de acesso aos meios de informação estão crescendo exponencialmente no mundo e esse fator possibilita que mais pessoas, empresas e negócios possam estar integrados para resolver problemas, criar novas soluções, desenvolver novas ideias e produtos.

Muito se fala sobre métodos tradicionais de trabalho, boas práticas para construção e viabilização de ideias e até mesmo sobre métodos para atingir um determinado sucesso econômico. Porém, com a necessidade de empresas inovarem e oferecem novos produtos e serviços, também é necessário entender como funcionam os novos métodos de gestão da inovação.

O papel da inovação nas empresas

Primeiro, como já falamos, é importante entendermos qual o papel da inovação nas empresas e nos negócios nos dias atuais, não é mesmo?

Para atender melhor às necessidades dos consumidores e ainda sustentar os pilares econômicos, sociais e ambientais, as empresas precisam sempre buscar por inovação.

A inovação não se dá apenas pelo desenvolvimento de novos produtos, mas também de ferramentas, processos e, principalmente, no modelo de gestão dos líderes perante suas equipes.

O processo de inovação, por muito tempo, foi fomentado de forma mais orgânica, onde os prestadores de serviço nem sempre tinham um tempo determinado para pensar em novas possibilidades e, muitas vezes, quando tinham uma boa ideia, não eram ouvidos pela gestão.

Esse tipo de processo foi se atualizando com o passar dos anos, onde lideranças deixaram – em grande parte – de ter um modelo de gestão rígido e vertical para abrir espaço para um modelo mais horizontal, onde todos pudessem ser ouvidos.

Por que trabalhar com a gestão da inovação

A inovação sempre foi vista com bons olhos no mercado econômico e hoje, é um processo essencial para o crescimento das empresas. Porém, podemos perceber que a ato de inovar também está sendo cada vez mais cobrado nos setores sociais e ambientais.

Isso ocorre pela mudança nos hábitos de consumo, onde compradores também se preocupam com o processo de produção, fonte de recursos, matérias-primas, descarte de materiais, etc.

Trabalhar com a gestão da inovação garante que as empresas dediquem um tempo para sistematizar e realizar novos projetos e também determinar todas as etapas necessárias para que eles sejam viáveis, descrevendo rotinas, recursos humanos, materiais, tecnológicos e financeiros, assim como estabelecendo processos hierárquicos e decisórios para a viabilização de resultados.

Como os líderes podem ajudar a inovar

A gestão da inovação se preocupa também com o desenvolvimento das lideranças, tanto na média quanto na alta gestão.

O papel da liderança, por sua vez, é fundamental para fomentar uma cultura voltada para a inovação dentro da empresa. Um bom líder se preocupa com o desenvolvimento de sua equipe, mantendo-a motivada e trabalhando lado a lado, sendo também peça essencial para mostrar o caminho e orientar os demais, assim como assumindo riscos.

Liderar é desenvolver pessoas, por isso trabalhar com a motivação é muito importante. Os líderes devem motivar, ouvir sugestões de melhorias, aprender a trabalhar com feedbacks e com o reforço positivo, pois pessoas desanimadas não estarão confortáveis para criar ou sugerir ideias diferentes.

Estruturando a gestão da inovação nas empresas

Alguns processos podem ser estruturados para implementar a gestão da inovação nas empresas, dentre eles:

Criar uma cultura da inovação, dando insumos e motivando tanto líderes, quanto equipes a realizarem novos projetos;

Incentivar funcionários e líderes, tendo uma gestão empresarial positiva e que motiva os funcionários, criando uma cultura de feedbacks e até mesmo bonificações;

Desenvolver projetos paralelos, fazendo com que as pessoas participem não somente de projetos de sua área, ou da sua rotina de trabalho, gerando a oportunidade para realizarem trabalhos diferentes;

Viabilizar a forma de monetização, lembrando sempre como você poderá trazer lucro para sua empresa através de novas ideias ou produtos;

Entender aspectos legais, estando sempre de acordo com a legislação e também sendo orientado quanto a patentes e processos burocráticos de novas invenções;

Entender e saber como vender suas ideias, priorizando que o discurso seja sempre adequado e comunicando claramente ao público alvo.

Estruturar projetos de inovação, criando o escopo dos projeto desde o início, o que é possível fazer através de ferramentas integradas de gestão.

Há muito o que podemos estudar sobre a gestão da inovação, este ainda é um assunto novo para muitas pessoas e empresas, principalmente porque sugere um novo olhar para problemas antigos.

Entenda como uma ferramenta digital pode transformar a gestão do seu negócio.

Contar com as ferramentas corretas e pessoas motivadas é, sem dúvida, grande parte do caminho.

Se quiser, você pode conhecer um pouco sobre a nossa ferramenta de gestão de negócios clicando aqui!

Tenha uma ótima semana de trabalho =)